fbpx
Dicas de organização

Dicas simples de como organizar o guarda roupa e ter tudo sempre à mão

como organizar o guarda roupa

Manter o armário arrumado parece uma tarefa super difícil e, por esse motivo, acaba sendo negligenciada por algumas pessoas. Mas saiba que uma vida mais prática pode começar com pequenos hábitos, como organizar o guarda roupa é um desses passos transformadores! Com as peças todas no lugar é possível otimizar o tempo e diminuir o estresse.

Essa pode até ser uma tarefa cansativa e que toma um certo tempo, mas a longo prazo, vai facilitar e muito a sua vida, principalmente se a sua rotina for muito agitada. Confira algumas dicas simples e vantajosas, que nós da Carioca de Cor, preparamos para te ajudar nessa árdua missão de te transformar no rei ou rainha da organização.

Vantagens de ter um armário organizado

Pode até não parecer grande coisa, mas ter um guarda-roupa arrumado pode trazer diversas vantagens para o seu dia-a-dia. Economia de tempo e também dinheiro, afinal, com tudo em seu lugar, escolher a roupa na hora de se arrumar para trabalhar ou sair fica muito mais rápido.

Além disso, manter o guarda-roupa organizado é uma boa forma de economizar dinheiro, pois com tudo organizado é possível visualizar tudo bem melhor e saber exatamente o que é realmente necessário comprar, evitando compras de peças repetitivas ou até o consumo por impulso.

Manter as peças sempre dobradas ou penduradas em cabides é ótimo para conservá-las e para aumentar a durabilidade, além de proporcionar uma visão geral de tudo o que está guardado no armário. Outra vantagem é que essa é uma forma de fazer com que você tenha apenas o essencial e o que realmente usa, evitando a ocupação de espaço desnecessário com peças que nunca serão utilizadas.

Por onde começar?

Essa é provavelmente a parte mais trabalhosa e também é a que vai facilitar todo o resto do processo, o desapego. A melhor forma de começar é tirar tudo de dentro do armário e separar em 3 cestos ou pilhas, com roupas para doar, roupas para jogar fora e as roupas que você realmente usa.

É nessa hora que você vai ter a real dimensão de tudo aquilo que tem e provavelmente vai encontrar peças que nem lembrava ou sabia que tinha. Se quiser, você pode experimentar as roupas, dessa forma você fica ciente do que ainda serve e também do que precisa de alguns reparos.

Na pilha de roupas para doar você deve separar tudo aquilo que ainda está em bom estado, mas que você não usa mais, seja porque não cabe ou porque o seu estilo mudou. Uma boa dica para te ajudar é pensar quantas vezes uma determinada peça foi usada no último ano, caso a peça não tenha sido usada, talvez seja hora de desapegar.

Essa é uma ótima forma de liberar espaço no armário e ainda ajudar quem precisa.

Já na pilha de roupas para jogar fora você deve colocar tudo aquilo que não tem mais condição de uso nem para você e nem para outras pessoas. Nessa categoria são incluídas roupas rasgadas, furadas ou muito desgastadas pelo uso.

Por último, mas não menos importante, vem a pilha de roupas para manter, ou seja, é tudo aquilo que vai continuar no seu armário. Mantenha as roupas que você gosta, que sirvam e tenham um bom caimento no corpo.

Dicas de organização

Agora que você já separou tudo o que tinha no armário e definiu o que vai ser doado e o que de fato vai ficar, é hora de botar a mão na massa e começar a organização. Para facilitar a sua vida, veja alguma dicas simples, mas que fazem toda a diferença:

  1. Setorize as peças

A melhor maneira de deixar o guarda roupa organizado é setorizando as peças. Para isso, separe por tipo, calça com calça, vestido com vestido e por aí vai. Assim, fica mais fácil na hora de guardar e você consegue saber o que vai em qual lugar. Quais peças são melhores para pendurar em cabides, quais são melhores para dobrar e quais devem ser colocadas em gavetas ou nichos.

guarda roupa setorizado

  1. Padronize os cabides

A principal função dos cabides é pendurar as roupas para que elas não amassem. Pode até parecer apenas uma questão estética, porém, os cabides iguais e padronizados deixam tudo mais bonito e ajudam a otimizar o espaço.

No mercado existem cabides de diversos tipos e materiais como metal, plástico, madeira, acrílico, veludo e muitos outros. Cada um é indicado para um determinado tipo de roupa.

Os cabides de metal e madeira são mais indicados para calças, casacos e roupas mais pesadas, já os de veludo são uma ótima opção para roupas mais delicadas e os de plástico ou acrílico, como são um material mais frágil, são mais indicados para peças leves como camisetas.

tipos de cabides

  1. Caixas organizadoras e cestos

As caixas organizadoras e cestos são uma ótima alternativa para otimizar espaços vazios. Os cestos e caixas de tamanho menor são ótimos para acomodar itens como meias, calcinhas e cuecas ou lenços.

Já os maiores são bons para setorizar roupas de estações como casacos de frio ou roupas de verão. Também são uma ótima alternativa para guardar roupas de cama e toalhas de maneira organizada.

caixas organizadoras

  1. Capas para roupas delicadas

Vestidos de festa e ternos costumam ser fabricados em tecidos nobres e delicados, então para conservar e também aumentar a durabilidade da peça, uma boa alternativa é guardá-las em cabides com capas de TNT, por exemplo. Assim você evita que as roupas amassem e também enrosquem em outras peças do armário.

Geralmente essas roupas não são usadas com tanta frequência, então o ideal é que todas fiquem juntas, sempre nos cantos dos armários, assim você evita que elas sejam mexidas.

capas para proteger roupas

  1. Identifique os espaços

Uma ótima ideia para evitar que você esqueça o que está em determinado lugar é etiquetar tudo com adesivos ou post its. Gavetas, caixas, organizadores, tudo pode ser identificado para que você saiba o que está ali sem precisar ter que abrir ou mexer.

gavetas etiquetadas

  1. Deixe sempre à mão o que é mais usado

Para facilitar mais ainda a sua vida, na hora de definir o lugar para cada coisa você deve pensar no que é mais e no que é menos utilizado. Roupas de cama ou de estação podem ser colocadas em partes mais altas do armário, já que não são usadas com tanta frequência, diferente de camisetas ou roupas íntimas, que devem estar sempre em locais de fácil acesso.

As malas, que só são usadas em viagens e costumam ocupar bastante espaço, devem ser colocadas nas prateleiras altas ou em cima do armário. Para otimizar mais ainda o espaço, coloque malas pequenas dentro de malas maiores.

guarda roupa organizado

Dica extra

Se você costuma guardar os sapatos no guarda roupa, o cuidado deve ser redobrado. Então, após o uso, sempre deixe os sapatos respirarem um pouco e antes de guardar novamente passe um pano para higienizar.

Evite também acomodá-los em caixas de papelão, já que elas são mais suscetíveis a traças e umidade, o que pode diminuir a vida útil dos seus calçados e dar mofo ou mal cheiro. Dê preferência para caixas feitas de acetato e que tenham abertura para que os sapatos possam respirar.

No caso das botas de cano longo, utilize aqueles macarrões de piscina para que elas não amassem.

Para as bolsas, você também deve tomar alguns cuidados. Bolsas de festa devem ser colocadas em saquinhos de TNT e bolsas maiores, assim como as botas, devem ser guardadas com algo dentro para evitar a deformação.

Gostou das dicas? Agora vai ficar muito mais fácil não só arrumar o armário, como manter a organização por muito mais tempo.

Aproveite para ler o nosso post sobre como arrumar maquiagens e aprenda a organizá-las de maneira prática e fácil. Até o próximo post!