fbpx
Dicas de organização

Tipos de Pratos – Um guia simples para entendê-los

Imagem de pratos de diversos jeitos

Tipos de Pratos: um guia da Carioca de Cor para entendê-los

Quando vamos fazer as compras para nossa casa ou para um restaurante, nos deparamos com diferentes tipos de pratos, o que pode gerar bastante confusão. Com tamanhos, formatos e profundidades diversas, quem é leigo no assunto pode fazer escolhas erradas e acabar cometendo algumas gafes de etiqueta.

Entretanto, basta estudar um pouco do assunto, entender o que caracteriza cada um desses tipos de pratos e assim, será muito mais fácil criar mesas lindas e receptivas! Foi pensando nisso que resolvemos trazer esse conteúdo para o blog.

Continue acompanhando a leitura que, aqui, você poderá conhecer com mais profundidade quais são as características dos pratos, como e quando usar cada um deles, além de conferir as nossas dicas de como escolher o melhor jogo de prato – seja para casa ou para um ambiente comercial, como um restaurante. Se interessou? Então vamos lá!

Os principais tipos de pratos – Entenda para que servem

Prato raso e prato fundo, será que são esses os únicos tipos de prato? Você sabe que não, né! Quando o assunto são as regras de etiqueta nas refeições e a arte das mesas postas, precisamos ganhar maior profundidade no conhecimento sobre os tipos de pratos. Entender a fundo para o que serve cada um deles. É isso que veremos agora:

Pratos de Jantar

Louças para jantar na cor branco com vermelho

As grandes estrelas da noite! Os pratos de jantar são rasos, redondos e possuem o tamanho ideal para – basicamente – todos os tipos de refeições. Afinal, desde o básico arroz e feijão até um prato mais refinado e elaborado, como um filé-mignon ao molho madeira, podem ser apreciados nele.

O mais comum é que eles tenham 26 ou 27cm. Na mesa posta, eles podem ser acompanhados de um jogo americano ou de um sousplat, que fique logo abaixo do prato. Caso o jantar conte com um prato de entrada, o prato de jantar estará abaixo dele, conforme a ordem de uso. Entretanto, mesmo que o evento tenha sobremesa, nenhuma louça deve vir abaixo do prato de jantar, a não ser que seja o sousplat, combinado?

Pratos de Sopa e Saladas

Existem alguns alimentos que não podem ser apreciados devidamente se servidos em um prato raso, não é mesmo? As sopas e saladas são ótimos exemplos disso. Ambas as refeições precisam de um prato fundo, que consiga comportar o alimento devidamente e facilite a nossa apreciação.

Por esse motivo, os pratos de saladas e sopas contam com uma profundidade maior e com uma borda que contribuem ainda mais para sua usabilidade. Dessa forma, conseguem preservar melhor a temperatura de alimentos quentes, como as sopas e os caldos, e deixam mais fácil de se servir, sem fazer bagunça.

Na mesa posta, os pratos fundos nunca devem ser usados individualmente. O melhor é colocar ele sobre um prato de jantar, que é raso.

Pratos de Pão

Pratos de pão com detalhes floridos

Você costuma servir alimentos que são melhor apreciados se acompanhados de pães ou torradas? As sopas e os risotos são ótimos exemplos disso! Se sim, a sua mesa também precisará contar com os pratos de pão. Muita gente nem sabe que essa louça existe ou para que serve, mas ela é capaz de adicionar muito mais charme e praticidade às refeições!

Para identificar esse tipo de prato não é muito difícil. Ele costuma ser redondo e bem contido, menor até que o prato de sobremesa. Seu diâmetro varia entre 15 e 18 centímetros.

Na mesa posta, a regra é que ele deve ser sempre posicionado ao lado esquerdo do prato principal, com 15 centímetros de distância. Aposto que dessa regra você não sabia, hein?

Prato de Massas

Prato de macarrão

As massas normalmente são preparadas com um molho abundante, que é responsável por dar ainda mais sabor ao prato. Bolonhesa, Pesto, Molho Branco, Ragu, Carbonara… São tantos! Para apreciá-los devidamente, os pratos de massas seguem as mesmas premissas dos pratos de sopas e saladas: são fundos e contam com bordas, que ajudam na hora de se servir com o alimento.

Na mesa posta, a regra continua a mesma dos outros pratos fundos – eles nunca devem ser utilizados individualmente!

Prato de Sobremesa

Prato de sobremesa

Para muitos, o mais esperado! O prato de sobremesa dispensa apresentações e você provavelmente já conhece suas características muito bem. Ele é redondo e possui um tamanho contido, próximo dos 18 centímetros de diâmetro, chegando em alguns casos até os 21 centímetros.

Na hora de usá-lo, não precisa ter medo: qualquer tipo de doce – como pudins, pavês, bolos e etc. – pode ser servido nele. Além disso, em ocasiões como um café da manhã ou café da tarde, é possível usar essa mesma louça para servir outros alimentos, como pães, torradas e tapiocas. Não tem problema nenhum! Para arrasar nesse momento, confira as dicas do post “Mesa de Café da Manhã: dicas para fazer uma mesa posta linda“!

Na mesa posta, o mais recomendado é não inserir o prato de sobremesa na hora da montagem. Essa louça só dará as caras na mesa no momento certo de apreciar a sobremesa, após todo mundo terminar o prato principal e as louças serem retiradas.

Como escolher o jogo de prato

Agora que já entendemos um pouco mais sobre os diferentes tipos de pratos, fica a dúvida prática: como faço para escolher o melhor jogo de prato? Bom, para fazer a escolha certa, diversos fatores precisam entrar na equação. Abaixo, as nossas dicas:

Jogos de prato para o uso em casa

Para a compra de um jogo de pratos usado no ambiente residencial, junto da família e dos convidados, o que você deverá considerar são fatores como a estética do jogo de pratos combinada com a sua cozinha e a resistência que esses pratos têm, afinal serão usados por bastante tempo.

No uso residencial, não existem muitas regras. Você pode soltar a criatividade e escolher os pratos que mais combinam com seu estilo de decoração, sejam eles os clássicos brancos e redondos, ou o mais criativos, com desenhos e padrões. Quem quer refinamento, pode investir nas peças de porcelana, que são as mais encantadoras.

Jogos de prato para o uso comercial

Se a sua ideia for comprar pratos para o uso comercial, como em um restaurante, a conversa já é outra. Nessa decisão, fatores importantes a serem considerados são:

  • a estética do jogo;
  • a facilidade de limpeza;
  • possibilidade de empilhamento;
  • resistência dos materiais;
  • compatibilidade com a culinária servida no local.

O prato redondo e branco, muitas vezes, sai na frente por ser verdadeiramente versátil. Quanto aos materiais, a cerâmica é uma das melhores para a ocasião, pois é muito mais resistente que o vidro e não é porosa, o que torna o prato muito mais fácil de limpar e, também, mais seguro para a alimentação, pois não junta resquícios e micropartículas de comidas.

Faça bonito: acerte na mesa posta inteira

Com essas dicas ficou mais fácil acertar na escolha dos diferentes tipos de prato para o jantar, não é mesmo? Esperamos ter te ajudado! A nossa última dica sobre o assunto é continuar estudando e procurar entender mais sobre os outros itens da mesa posta, para acertar em todas as escolhas e seguir sempre as regras de etiqueta.

As diferentes taças, por exemplo, são um outro tipo de objeto que costuma deixar as pessoas confusas. Se você não sabe muito bem qual é a taça de água, qual é a de vinho, qual é a de champanhe e qual é a de cerveja, por exemplo, é bom estudar! E para isso, o nosso blog te ajuda mais uma vez. Continue sua leitura por aqui conferindo o post: Entenda de uma vez por todas os diferentes tipos de taças!

Depois disso, é com você! Hora de colocar os conhecimentos em prática e acertar na montagem da sua mesa posta. Boa sorte!